quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Peeling de Diamante (Microdermoabrasão de Diamante)

A  partir do momento em que nascemos já começa o processo de envelhecimento, as alterações vão surgindo e felizmente somente na fase de nossa adolescência com o grande "boom" hormonal, o aparecimento das acnes, aumento de oleosidade, e na fase adulta que começamos a pensar em tratamentos de pele. Por isso existem inúmeras formas de tratamento com a finalidade de eliminar ou amenizar alterações presentes no envelhecimento, entre elas, a Microdermoabrasão de Diamante ou popularmente conhecida como Peeling de Diamante. Considerado um método de tratamento cutâneo, no qual ocorre uma microdermoabrasão(lixamento/esfoliação) superficial da pele através de uma ponteira diamantada conectada a um aparelho de vácuo(realiza sucção) que ao deslizar sobre a pele vai provocando a esfoliação. A gramatura da ponteira assim como a pressão de sucção pré-definida pelo profissional irá determinar a intensidade do Peeling. 


É um procedimento amplamente utilizado principalmente pela sua simplicidade e rápida recuperação, pois o método é considerado indolor, não provoca descamação, e não deixa a pele marcada após o procedimento. As sessões podem ser feitas quinzenal ou mensalmente, o número de sessões necessárias é determinado pelo profissional após avaliação da pele a ser tratada, vale ressaltar que é preciso no mínimo 5 sessões visto que é um procedimento superficial. É de extrema importância que o paciente não tenha exposição solar durante o tratamento e pelo menos 3 meses depois.
Nos Estados Unidos, a microdermoabrasão é utilizada para renovar e rejuvenescer peles danificadas com a explicação de que ocorre uma melhora gradual da pele danificada por incentivo da proliferação de fibroblastos e produção de colágeno levando a uma nova deposição de colágeno na derme (SHPALL et al. 2004)
Alguns resultados: 
1.Reduz rugas finas;
2.Ameniza cicatrizes;
3.Clareia a pele; 
4.Reduz poros dilatados;
5.Remove células mortas e impurezas;
6.Melhora a textura e o brilho da pele;
7.Reduz Oleosidade;
8.Estimula a procução de colágeno;
9.Melhora a elasticidade da pele.

 Sendo assim, a pele tratada apresentará um aspecto mais jovem, uniforme e saudável.

Um pouco de história….
A microdermoabrasão se tornou uma das mais populares formas de desgaste superficial da pele, esta técnica foi desenvolvida pela primeira vez na Itália, em 1985 e posteriormente multiplicou-se, e se tornou disponível em toda a Europa (GRIMES, 2005).

Referências:
BORGES, Fábio dos Santos. Dermato-funcional: modalidades
terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo:
Phorte, 2006.
SHPALL, Rebeca B.S. et al. Microdermabrasion: A
Review. Facial Plastic Surgery. New York, v. 20, 2004. p. 47-
50.
GRIMES, Pearl E.. Microdermabrasion. Dermatologic
Surgery. United States, v. 31, set. 2005; p. 1160 - 1165.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário